Como surgiu a raça persa

         A data de origem da raça não é bem determinada, porém, imagina-se que foi no  início no século XVII. Pietro Della Valle, em uma de suas viagens, quando passou pelo Irã ( antiga Persia), levou alguns dos exemplares desta raça para a Itália. 

 

         Chegando lá, o fenótipo da raça, que é bastante

diferente do atual padrão de hoje,  chamou a atenção

das pessoas.

         

          O trabalho genético, com o intuíto de chegar ao

padrão conhecido hoje, teve início no século XIX, através

 cruzamentos com exemplares da raça angorá.

 

          Após isto, o trabalho para a obtenção de uma

grande variedade de cores foi realizado e hoje é possível

encontrarmos exemplares de diversas cores.

 

          Hoje, existem associações como a CFA ( E.U.A),  FIFe ( Europa) destinadas exclusivamente ao estudo do aperfeiçoamento das raças felinas. 

          O Gatil Gita, é filiado ao CBG ( clube brasileiro do gato) que por sua vez é filiado à FIFe, portanto, todos os nossos filhotes de gatos persas são registrados e seus pedigrees trazem a tradição conquistada por estas entidades, sendo reconhecidos internacionalmente.